e-commerce

10 dicas para seu e-commerce

12 de fevereiro de 2015

O mercado está propício para o e-commerce, isto devido a necessidade de inovação e dinamismo que a economia precisa. De acordo com o último relatório da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), o Brasil encerrou 2014 com o faturamento de R$ 35,8 bilhões. O e-commerce está crescendo em nosso país e necessita cada vez mais de novos empreendedores digitais para expandir o mercado. Mas não se precipite em achar que é um mercado fácil e para uma empresa dar certo no e-commerce basta estar no ar. Se você planeja abrir uma loja virtual, além de dedicação, existem alguns pontos importantes que podem garantir resultados para o seu e-commerce. Por isto, separamos 10 dicas que vão ajudar muito a desenvolver sua loja virtual.

1 – Planejamento

Antes de tudo, você deve criar um planejamento para seu e-commerce. Faça uma pesquisa sobre e-commerce, sobre o mercado do produto que pretende vender, perspectivas econômicas, concorrência, público-alvo, investimento, metas, estoque, preço, etc. Se não existir um planejamento adequado para sua loja virtual, ela pode não vingar e durar apenas poucos meses. Os resultados surgem através de planejamento, ou seja, sem planejamento – sem resultados.

2 – Plataforma

A plataforma do seu e-commerce é essencial! Existem diversas plataformas, cada uma com algumas características diferentes, para atender diversos tipos de e-commerce. Após o planejamento você já terá noção do tamanho da sua loja virtual, algumas características, serviços e as necessidades dela. Com isso, já dá pra selecionar qual o tipo de plataforma será melhor para o seu e-commerce.

3 – Identidade Visual / Design

A sua marca e sua loja virtual necessitam de uma identidade visual! Desenvolva uma identidade visual com logo, cores, fontes, layout, aplicação, etc, de tudo que englobe sua loja virtual. O design do seu e-commerce tem que transmitir a alma do negócio de modo claro, sem poluição. A identidade visual do e-commerce tem que estar aplicado na loja, nas peças de comunicação, nas embalagens dos produtos, em simplesmente tudo.

4 – Marketing e Comunicação

Planeje ações, anúncios, atendimento e toda a comunicação do seu e-commerce. A concorrência é grande e a sua loja irá precisar conquistar o espaço dela na internet. Tenha em mente que você precisará sempre criar ações para atrair novos clientes e fidelizá-los. Entre as mais comuns, você pode trabalhar com descontos, isenção de alguma taxa (entrega, por exemplo), Black Friday, sites de cupons de desconto coletivo, entre outros. Mas você pode sempre inovar e criar ações e publicidade diferente para sua loja.

5 – Política de Troca e Devoluções

Imprevistos podem acontecer e a sua loja virtual deve estar preparada para atender os clientes. Por isto, desenvolva uma política de trocas e devoluções que não prejudique a sua empresa e muito menos os clientes.

6 – Selos de Garantia

Mesmo a cada ano o número de faturamento do e-commerce aumentar, a desconfiança das pessoas ainda é muito grande. Para que os visitantes da sua loja virtual tenha confiança para realizar compras, faça as inspeções para conquistar os selos de segurança necessários.

7 – Logística

O valor e prazo de uma entrega pode decidir uma compra. Deixe sempre muito bem informado como funciona a entrega, como os valores, prazo, isenção (se houver), empresa, etc. Atualmente os Correios é a principal empresa que presta serviço para e-commerce, pois atende pequena, média e grande empresa. Se for utilizar os Correios, instale um plug-in que eles disponibilizam para que o cliente possa calcular o frete. Também existem lojas virtuais que contratam transportadoras privadas. Independente de qual seja a sua opção, o cliente deve saber como funciona o mecanismo de entrega e você deve se organizar para entregar na data estipulada.

8 – Formas de Pagamento

Tente permitir o máximo de opções seguras de pagamento na sua loja virtual. Pois, quanto maior os meios de pagamento, maior as chances de venda. Mas tome cuidado para organizar seu caixa, pois não é tão simples administrar diversas formas de pagamento. As principais formas de pagamento são através de cartões de crédito (todas as bandeiras) e  boleto bancário, e existem alguns intermediadores, como PagSeguro, Bcash, PayPal, etc.

9 – Monitoramento

Você deve monitorar com frequência, fazer levantamento de cada item do e-commerce para perceber o que está funcionando e o que precisa ser mudado. Cada produto, cada ação, cada anúncio e tudo deve ser monitorado para verificar se os resultados são positivos ou negativos. Sem o monitoramento você pode acabar apostando em algo ruim ou perder uma boa oportunidade. Fique de olho!

10 – Redes sociais

As redes sociais fazem parte do Marketing e Comunicação, mas elas merecem um cuidado especial, pois, um perfil de sua loja com seguidores pode lhe render bons frutos. As pessoas que seguem a sua marca nas redes sociais são clientes em potenciais, pois já tem um certo nível de afinidade com a sua marca. Nas redes sociais você poderá divulgar sua marca, de forma segmentada, para um grande número de pessoas e criar uma estratégia especial para fidelizar seus clientes. São clientes que aceitam de bom grado receber ofertas suas. Então, aproveite!

Conte com a 2nd como seu Parceiro!

A 2nd vem acompanhando o crescimento do e-commerce, se permitindo crescer também, buscando conhecimento e experiência nessa área que inova e se expande cada vez mais. Além de uma boa navegação, informações de fácil alcance e muita segurança na hora de fechar uma compra, a otimização para sistemas de busca (SEO) e uma boa estratégia em mídias sociais são essenciais não só para o crescimento de um e-commerce, mas também para fazer com que sua loja fique sempre em contato com seu público.

Fale Conosco!

 

Tags:,



Comentários