cenario-ecommerce

O Cenário do E-commerce no Brasil

28 de janeiro de 2016

O e-commerce começa 2016 com diversos pontos positivos, inclusive indo contra a maré ruim da economia no país, e continua subindo na direção do crescimento e desenvolvimento do mercado digital. Mas o empreendedor digital deve estar preparado para sua jornada, pois não há segredo de sucesso garantido, assim como em qualquer outro mercado.

Por isto, levantamos algumas informações importantes sobre o e-commerce no Brasil para termos uma visão abrangente do mercado e, para quem tem a intenção de desenvolver uma loja virtual, possa planejar seu negócio.

Faturamento do e-commerce

Óbvio que para entrar em um mercado, é necessário ter os números de faturamento médio para termos noção se é um mercado próspero ou uma falsa promessa. Como dito anteriormente, o e-commerce no Brasil navega contra a maré ruim da economia e seu lucro no ano passado subiu.

O e-commerce faturou R$ 41,3 bilhões em 2015, um crescimento de 15,3% comparado com o ano de 2014. Além disso, o tíquete médio de compra também cresceu 12%, sendo de R$ 388,00.

Dentre as principais datas de faturamento no e-commerce, temos:

  1. Natal: R$ 7,40 bi
  2. Black Friday: R$ 1,64 bi
  3. Dia das Mães: R$ 1,51 bi
  4. Dia dos Pais: R$ 1,51 bi
  5. Dia das Crianças: R$ 1,47 bi
  6. Dia dos Namorados: R$ 1,43 bi
  7. Cyber Monday: R$ 294 mi
  8. Dia do Consumidor: R$ 200 mi

Os principais mercados do e-commerce

Antes de tudo, não basta entrar no mercado mais lucrativo sem ter a mínima noção do nicho. O principal fator de sucesso de um negócio é a afinidade do empreendedor com o seu negócio, ou seja, seu conhecimento e capacidade de desenvolver um trabalho em determinado mercado.

Com essa informação, você pode pesquisar a fundo sobre cada segmento e aprender o necessário para entrar em um nicho de mercado, mas também existe a possibilidade de você criar uma loja virtual de outros segmentos em desenvolvimento, pegando a “crista da onda”.

  1. Roupas masculinas: 17,4%
  2. Comidas: 16,7%
  3. Sapatos: 13,6%
  4. Saúde, vitaminas e suplementos: 13,4%
  5. Computadores e tablets: 11,4%
  6. Cosméticos: 10,9%
  7. Cerveja, vinho e outras bebidas: 10,8%
  8. Arte: 10,6%
  9. Joias: 8,9%
  10. Peças automotivas: 8,1%
  11. Produtos para pets: 7,1%
  12. Flores: 3%

Tecnologia e Segurança

Com um mercado em pleno desenvolvimento, novas ferramentas para desenvolvimento e formas de pagamentos são elaboradas para garantir a melhor experiência tanto para o empreendedor, como para o consumidor final de uma loja virtual.

Ao realizar uma pesquisa para criar uma loja virtual, você encontra facilmente ferramentas e serviços que facilitam o desenvolvimento da sua loja virtual, ferramentas para facilitar a gestão do seu negócio, serviços de logística personalizado, de contabilidade, marketing e muito mais. Também é possível encontrar ferramentas para desenvolver sua loja para o ambiente mobile, que apresenta um crescimento exponencial para o e-commerce.

Quanto as formas de pagamento, cobrança e gestão de caixa, também é possível encontrar inúmeras ferramentas para auxiliar sua loja virtual, garantindo segurança tanto para a loja como para o consumidor, assegurando seus dados bancários.

Conte com a 2nd como Parceiro

A 2nd está no mercado há 15 anos e mantém sua base de conhecimento sempre atualizada para fazer com que seu projeto atenda as expectativas de usabilidade de seu público. Estruturou uma equipe especializada em marketing e web design, preparada para estudar a sua marca e desenvolver o material necessário para lhe proporcionar uma comunicação efetiva.

Fale conosco!

Tags:



Comentários