5 desvantagens quando sua empresa não está nas redes sociais

5 de fevereiro de 2015

As redes sociais são os principais motivos de acesso a internet por um pouco mais da metade da população de nosso país, ou seja, mais de 100 milhões de pessoas. As redes sociais tornaram-se mídias fortíssimas para as grandes, médias e pequenas marcas. Graças aos resultados que geram, por conseguirem segmentar o público e o baixo investimento, comparado às mídias convencionais. As vantagens das redes sociais para as empresas são diversas, e uma empresa que não está nas redes sociais tem muito a perder.

Separamos 5 desvantagens de uma empresa que não está nas redes sociais. Veja a lista:

  • Expansão – uma empresa que planeja expandir hoje em dia não espalha folders na rua. Marcas com pequeno investimento em mídia social conseguiram conquistar, dia-a-dia, novos clientes e atualmente possuem marcas fortes no mercado de atuação. Se a sua empresa pretende crescer, é necessário inovar e estar presente na vida de seu público-alvo.
  • Feed-back – não existe feed-back melhor de um público das redes sociais. Anunciar em uma revista, jornal ou qualquer outro meio offline, não permite um feed-back rápido e detalhado como das redes sociais. Além das métricas de resultados, o seu público utiliza um canal aberto para expor o que pensam da sua marca. Com um feed-back de seus clientes a sua empresa pode corrigir falhas e aperfeiçoar seus produtos, serviços e atendimento.
  • Investimento – comprar um espaço na TV, em uma revista, jornal ou até rádio, não é barato. Você não precisa pagar para sua marca estar presente em uma rede social, basta criar um perfil e, se quiser, em algumas é possível criar anúncios. Porém, diferente dos veículos offline, não existe um valor fixo e atinge um público muito maior com um valor muito menor.
  • Engajamento – não é comum as pessoas rasgarem uma página de anúncio de revista para mostrar para os amigos, pendurar no mural de seu quarto ou ligar para a empresa e falar que gostou do anúncio. Com uma campanha bem desenvolvida nas redes sociais, suas publicações geram “curtidas” e “compartilhamento” – mídia espontânea.
  • Frequência – tirando uma ou duas marcas no Brasil, não existe empresa que anuncie todos os dias, ou quase todos, na TV, rádio, revista, jornal, etc. Não há verba que suporte. Nas redes sociais, você não precisa pagar para criar posts e interagir com seu público. Claro que investimentos periódicos ajudam a divulgar sua marca, mas não é necessário investir um valor todos os dias para interagir com seus seguidores.

Não é simples desenvolver uma campanha para as redes sociais, é necessário planejamento, estruturação, conteúdo e técnicas para desenvolver o projeto. Mas os resultados são mais assertivos que a mídia convencional.

Conte com a 2nd como seu Parceiro!

A 2nd trabalha com todas as redes sociais e faz um trabalho completo de gerenciamento de mídias sociais – o planejamento do projeto, estruturação, criação de conteúdo, arte e monitoramento.

Fale conosco!

Leia também:

Como as empresas utilizam o Twitter

Como as Empresas Utilizam o Facebook

Como as Empresas Utilizam o LinkedIn

A Importância das Mídias Sociais

Tags:,



APADI